Header Ads

AS DIFERENTES FUNÇÕES DO CERIMONIALISTA - por Fatima Ziegler

Todo o Profissional tem o seu ofício e os seus valores.

Vamos conhecer os diferentes trabalhos que são exercidos pelo Cerimonialista.

Caberá ao cliente escolher o profissional que melhor atender as suas exigências.

Certamente que o Cerimonialista deverá ficar atento ao fazer a leitura correta dos serviços que serão exigidos pelo cliente. 

Fazendo isso, você colocará os justos valores em seu contrato.

É aí que mora o perigo.

O que está acontecendo no momento?

É muito simples explicar para que vocês compreendam e não errem mais nesse aspecto.

A proposta tem sido passada para o cliente com um valor fechado, sem descrever os serviços que serão prestados.

Está plenamente errado!

Como temos diversos profissionais que estão executando inúmeras funções que não competem ao Cerimonialista, tudo isso acaba generalizando e colocando todos no mesmo balaio.

Assessoria – Oferece um planejamento para que o cliente conheça todos os profissionais que estarão envolvidos em seu evento. O Cerimonialista irá acompanhá-lo pessoalmente (jamais online) para conhecer todos os produtos, até que ele resolva fechar com aquele que estiver dentro da sua preferência.

Isso requer tempo disponível para se dedicar ao cliente.

Terá que ter acesso a todos os contratos e será responsável por eles.

No dia do evento, chegará cedo para supervisionar a organização e a produção do mesmo.

Dará assistência ao cliente no Hotel ou em qualquer outro lugar que o cliente estiver, para ter a certeza de que tudo está correndo bem, levando em consideração que o Hotel e a maquiagem também foram indicados por você.

Os seus longos serviços de Assessoria irão desde o contrato assinado, a contratação dos profissionais, o dia do evento, até a sua finalização.

Caberá a você colocar ou não hora extra para os serviços de Assessoria, porém não caberá estipular o número de dias e nem as horas em que estará disponível.

Você deverá estar à disposição.

Lembre-se que esse trabalho tem que ser muito bem remunerado, pois os gastos com gasolina, estacionamento, alimentação e tempo disponível serão inúmeros.

Não faz parte do serviço: pegar ou devolver trajes e recolher material contratado (traje compete ao cliente e material compete a cada fornecedor do produto).

Cerimonial do Dia – Esse serviço não existe.

Como um profissional pode chegar no dia do evento sem saber quem é o cliente?

Cerimonial – Caberá ao Cerimonilista orientar aos clientes sobre o passo a passo que ele deverá seguir para conhecer os melhores profissionais do mercado, colaborando para que o seu evento seja um sucesso.Para esse serviço não está incluído o acompanhamento.

Evitar que os clientes cometam erros, desde que você seja previamente informado sobre as providências que estão sendo tomadas.

Caso eles firmem contratos com profissionais inadequados, caberá ao Cerimonialista se resguardar de comentários indevidos, no entanto, deverá ficar atento aos problemas que poderão surgir no dia do evento.

Estará dentro desses serviços: você ligará para todos os profissionais que foram contratados, na semana do evento, para acertar horários, recepção dos convidados, cerimônia religiosa, recebimento de presentes, entrega das lembranças, mesas reservadas, colaboração nas fotografias, abertura da pista de dança, ir até as mesas para saber como estão os convidados, supervisionar banheiros (não significa limpar), ficar até o final do evento, guardar os pertences dos noivos no carro; Restante de doces, bebidas e bolo no carro dos pais.

Celebrante – Sou a favor de Celebrantes Religiosos.

Não é dever do Cerimonialista ser Celebrante.

Não é dever do Celebrante ser Cerimonialista.

Em muitos casos, essas funções estão sendo acumuladas e o profissional está executando ambos os serviços.

Para Mestre de Cerimônias como Celebrante não há vínculo religioso, nem efeito civil, a não ser que ele seja um Juíz de Paz.

É uma decisão que caberá aos clientes, porém não caiam na pegadinha da exigência de que você faça a Celebração pelo mesmo valor, e muito menos achar que todos são acumuladores de funções.

Temos que ter o mesmo valor profissional que um Advogado, Engenheiro, Piloto, entre outros exemplos.

Isso é um critério profissional.

Exemplo:

Você chega até um Advogado e explica o serviço que desejará contratar, caso queira outro serviço, pagará outro valor. Certo?

Então tenham os seus devidos valores.

Tempo de trabalho – É correto informar em contrato o tempo de serviço que será prestado.

É interessante que sejam 06 (seis) horas seguidas, já contando com 01 (uma) hora para a Cerimônia Religiosa.

É claro que não seremos radicais se passar mais uma hora.


Deverá informar em contrato o valor da hora extra.

Caso o cliente queira que você chegue pela manhã no dia do evento, e que saia cinco da manhã após sua conclusão, esse valor será dobrado (duas vezes o valor do contrato).

Não deixe para esclarecer isso no dia, pois você nada receberá, a não ser dor de cabeça.

Isso é um assunto logo para a terceira reunião.

Deixe sempre tudo bem esclarecido em contrato.

Resumindo:

Sendo os seus serviços de Assessoria ou apenas de Cerimonialista, você NÃO será responsável por nenhuma falha causada pelos profissionais contratados "diretamente" pelo cliente, mas para que tudo isso seja um sucesso, veja bem quem você irá indicar.

Cuidado!

Profissional mais ou menos é igual a zero.

Espero ter alcançado as expectativas.

Qualquer dúvida, estarei pronta para atendê-los.




Fatima Ziegler
Cerimonialista.
21 - 22342943 / 987263276

Nenhum comentário

Se você tem um comentário, seja ela uma dúvida, crítica ou sugestão, este espaço é aberto para você:

Tecnologia do Blogger.