Header Ads

As 10 cidades mais belas da Itália para se passar a Lua de Mel



Indicação de agência de viagens: Amanda Accioli, editora do blog Amandica Indica!



Nós indicamos a agência de Viagens For Travel

Conheça sua sede:  Alameda Jaú, 681 – Jardins – São Paulo/ CEP 01420-001 -  PABX 1128990000
No facebook, sigam a Fan Page sempre cheias de novidades e promoções: https://www.facebook.com/fortravelviagens



Texto Por: Marcelo Testoni

Roma: "Quando em Roma, faça como os romanos." Esse conselho clássico leva a inúmeras opções: você deve priorizar a Roma de Augusto e César, cheia de espetaculares estruturas antigas? Ou a cidade de Michelangelo e da Vinci, que convida a uma peregrinação artística? Ou talvez seja melhor descobrir a Roma que encanta tanto apaixonados quanto turistas? Roma engloba tudo isso e ainda mais. Explore as sete colinas, pare para um cappuccino na Piazza di Spagna, prove um chianti em uma piazza escondida. Os vários encantos de Roma aguardam.

Veneza: Veneza faz você acreditar em contos de fadas. Como os carros são proibidos, o único meio de se deslocar por essa cidade de 1.500 anos é a pé ou pela água. Destes pontos de vista, você ficará extasiado pela beleza mágica da cidade. La Sereníssima, como a cidade é conhecida, é cheia de palácios e arte, de lojas refinadas e excelente comida. Relaxe na Piazza San Marco, visite as basílicas, beba um bellini no Harry´s Bar e caminhe pelas alamedas e pontes. Pense em viajar na baixa temporada para aproveitar mais da cidade.

Pisa: O Campo dei Miracoli e a frágil torre de Pisa são o principal motivo de as pessoas visitarem a cidade de Toscana, cuja história se inicia por volta de 1000 AC. Os grandes prédios são relíquias do poder marítimo da antiga república de Pisa. O visitante pode subir os 300 degraus da Torre para ter uma ampla vista. Outros pontos da cidade natal de Galileu são o Museu Nacional de San Matteo e o cemitério Camposanto. Passagens para ônibus locais podem ser compradas em tabacarias. Uma excelente rede ferroviária liga Pisa a outras cidades da Toscana.

Verona: A Verona medieval era tão esplêndida que sua reputação inspirou William Shakespeare a criar duas de suas melhores histórias, Romeu e Julieta e Os Dois Cavaleiros de Verona, aqui. Embora sua ligação com os Capuletos reais seja, na melhor das hipóteses, tênue, a assim chamada Casa de Julieta é interessante para os próprios turistas: Cerca de meio milhão de turistas visitam a cidade todo ano, muitos apaixonados e ansiosos em repetir as cenas de sacada. Para conhecer a história real, visite a Arena Romana, a mais bem preservada e a terceira maior que ainda existe no mundo.

Nápoles: A romântica Nápoles, duas horas ao sul de Roma, é a maior cidade do sul da Itália. A cidade tem alguns dos melhores teatros e óperas do mundo e muitas vezes é referida como "museu a céu aberto", devido a seus vários monumentos e estátuas históricas Junte-se às famílias no calçadão para ver o pôr do sol na Baía de Nápoles. No Museu Arqueológico Nacional, veja os achados de Pompeia e Herculano, destruídas pelo Monte Vesúvio em 79 d.C., ou deleite-se com a arte e a arquitetura do Museo Cappella Sansevero, construído no fim do século XVI.

Milão: A moda é um grande negócio e um grande atrativo em Milão, desde as luxuosíssimas lojas do Quadrilatero d´Oro até as butiques com preços mais razoáveis do Corso Buenos Aires. Mas há muito mais para fazer e ver, como o ornamentado Duomo di Milano, a famosa ópera La Scala, museus, galerias de arte e elegantes palazzos. Aficionados por Leonardo da Vinci podem agendar uma visita a "A Última Ceia" e ir ao Museo Nazionale della Scienza e Tecnica para ver modelos e desenhos técnicos de Da Vinci.

Florença: Florença é a cidade renascentista famosa por sua arte e arquitetura. Você encontrará história e cultura por toda parte, integradas às muitas praças, bonitas igrejas e museus fascinantes da cidade. A espetacular Galeria Uffizi abriga trabalhos de mestres como Ticiano, Botticelli, Michelangelo e da Vinci. Não perca o Duomo, símbolo de Florença, nem o pôr-do-sol no rio Arno. E lembre-se de visitar a região de Chianti bem ao sul da cidade para provar seus vinhos famosos.

Sicília: A maior ilha do Mediterrâneo é separada do continente pelo Estreito de Messina. De relevo montanhoso, a costa da Sicília e suas pequenas ilhas ficam aos pés de vulcões, como o Etna, o Stromboli e o Vulcano. Gregos, romanos, normandos e catalães deixaram suas marcas na forma de palácios bizantinos, castelos góticos e barrocos que surgiram em Palermo, a capital da ilha. A maioria das cidades maiores oferece museus interessantes, mas o Etna e os templos helênicos em Agrigento são lugares especialmente interessantes.

Bolonha: A capital da região Emília-Romana, Bolonha oferece muitas atrações históricas e gastronômicas. Lar da universidade mais antiga do mundo (a Universidade de Bolonha que remonta ao século XI), a cidade também é considerada a capital gastronômica da Itália. Sua cozinha (a culinária Bolonhesa) é famosa em todo o mundo. O centro da cidade de Bolonha, um dos maiores e mais bem preservados da Europa, é famoso por seus belos pórticos – há mais de quilômetros só no centro – e sua magnífica Piazza Maggiore para pedestres.

Genova: Com uma história longa e importante que se estende por vários séculos, a cidade portuária de Genova é a sexta maior da Itália e a mais velha da Europa. Via Garibaldi (anteriormente conhecida como Strada Nuova) é famosa por seus vários palácios barrocos. A cidade também é famosa por suas "carruggi" (passagens estreitas). A Piazza de Ferrari, a praça principal, abriga o Palace of the Doges e o Teatro Carlo Felice; o local de nascimento de Cristóvão Colombo fica perto. Vale a pena visitar o Acquario di Genova, o maior aquário da Europa.

Nenhum comentário

Se você tem um comentário, seja ela uma dúvida, crítica ou sugestão, este espaço é aberto para você:

Tecnologia do Blogger.