Header Ads

Amor sem palavras - por Ike Levy

Achei tão lindo este post do querido Ike Levy quando viajou em um projeto à trabalho... nele ele passou todos os sentimentos de um pai de corpo e alma! Parabéns Ike!
Conheçam seu blog: http://fotografilhos.net/

                                                     ________________________


10314581_10154173515490179_7130620892059531767_n
Agora estou no avião a caminho do Chile.
Fui contratado para fotografar a Ilha de Páscoa e o Deserto do Atacama. Lugares místicos com muita energia e belezas naturais.
Pensei algumas vezes antes de aceitar o trabalho. A Nina tem quase cinco anos e o Tony, apenas quatro meses. Estamos sem babá e dividimos muito bem as tarefas com os filhos. Conversei com a Lu, e ela me deu a maior força para encarar esse trabalho. Mobilizei a minha mãe e a sogra para ajudar. Tenho certeza que tudo vai dar certo.
Mas, quando saí de casa hoje de manhã foi a maior choradeira. Quando escrevo assim, vocês podem imaginar que todos choraram. Não foi bem assim. Eu é que sou o chorão da casa e uso a cota de choro dos quatro integrantes.
Sempre fui muito ligado na Nina, todos sabem… Mas, ultimamente estamos ainda mais próximos pelo nascimento do Tony. Tenho feito muitos programas com a minha princesa, para Lu amamentar com tranquilidade. Só de pensar em ficar dez dias longe deles, dá o maior nó na garganta.
A noite passada houve uma inversão de papéis. Dessa vez fui eu que pedi:
- Filha, vem dormir na nossa cama essa noite?
- Sério pai? Obaaaaaaa!!!
Acordamos cedo e fomos tomar café da manhã, logo depois, ela colocou o uniforme da escola, penteou os cabelos e veio toda linda me ver. Estava com uma folha de papel com um desenho cheio de corações, flores e os nomes Ike, Lu, Nina e Tony, bem coloridos.
- Pai, esse é para você levar na sua viagem. E o pai chorou…
Me abraçou e falou em tom de segredo no meu ouvido:
- Sinta o cheiro do desenho quando sentir saudades de mim.
Cheirei o desenho para brincar com ela e lá estavam algumas gotinhas do seu perfume. Aí desidratei de vez. (Risos)
Isso resume o que é ter uma filha.
Fui me despedir da Lu que amamentava o Tony e continuei com as lágrimas. A cena da mãe amamentando dispensa as palavras. Pedi a Deus para protegê-los e agora estou voando com algumas câmeras na mochila, o desenho da Nina em um compartimento especial e a vontade de trazer as mais belas fotos inspiradas pelas três pessoas que dão um sentido todo especial à minha vida.

Nenhum comentário

Se você tem um comentário, seja ela uma dúvida, crítica ou sugestão, este espaço é aberto para você:

Tecnologia do Blogger.