Header Ads

Seis perguntas essenciais para a noiva definir o penteado e quem responde é o "mago das noivas" Paulo Persil

 Fonte: Portal IG Delas


Paulo Persil e sua equipe são indicados em nosso blog site!

Preso ou solto? Com acessório ou brilho? O expert Paulo Persil enumera as questões que a noiva deve responder antes do “sim”

1- O que combina comigo?


Pentear é a arte de equilibrar formas. Através do penteado podemos disfarçar imperfeições e realçar o belo. Se você, por exemplo, tem o nascimento do cabelo alto, acha o nariz grande ou não gosta das orelhas, opte por um penteado descontraído. Qualquer clássico deixará os traços físicos ainda mais aparentes. A noiva deve fazer uma auto-avaliação e direcionar o profissional.
Máximo Jr.
A decisão sobre o penteado para o casamento é tão séria quanto a do vestido, alerta Persil
2. Preso ou solto?

O vestido deve estar em sintonia com essa escolha. Sugiro sempre evitar a mistura de tecido em excesso com o cabelo; ou seja, para tomara-que-caia ou alças caem bem os cabelos semi-presos ou soltos. Já para os vestidos de gola, cava americana ou acessórios no pescoço, aposte nos penteados presos.

Leia também:
Como fixar bem o penteado da noiva?
Penteados de tapete vermelho
 
3. Quem vai fazer meu penteado?
 
Penteado de noiva é coisa de cabeleireiro. Mesmo os looks mais simples, semi-presos ou soltos, dependem de um acabamento especial, de beleza e fixação – que vai aparecer no álbum de fotos por muitas gerações. Esse momento é para um profissional especializado, que pode auxiliar na escolha do penteado através da análise de estilo. Pentear é especialidade. Pesquise, busque referências, indicações, veja fotos.

4. Fazer o teste é importante?
 
Claro! A decisão sobre o penteado para o casamento é tão séria quanto a do vestido. Sem provar, sem testar, não há a segurança da escolha correta. Mesmo que você tenha o penteado ideal na cabeça, pode não se sentir feliz com ele materializado no dia, sem tempo para trocar. Qualquer insegurança pode ser resolvida com uma troca ou adaptação do penteado ainda no teste. Evite surpresas indesejáveis. É melhor chorar só de alegria no grande dia!

Leia ainda:
Penteados para madrinhas

Oito erros do penteado para noivas e como evitá-los
Máximo Jr.
Segundo Persil, as noivas vivem um momento de liberdade de escolha dos acessórios
5. Eu posso?
 
Viu o penteado da revista e se encantou, já está na cadeira do cabeleireiro e ele já tentou fazer você mudar de ideia? Pior é ele tentar reproduzir o que você quer e materializar um grande fiasco. Saiba primeiro se no seu cabelo esse look fica bom. São analisadas características como comprimento, volume, textura, cor e corte, entre outras. Se seu cabelo não segura ondas, por exemplo, porque insistir em um semi-preso princesa? Eu costumo dizer às minhas clientes que já combinei com os santos: eles não se metem em cabelo e eu não me meto em milagres! Se o cabelo não funciona para aquele tipo de penteado, o profissional especialista deve saber falar e é bom que a noiva entenda.

6. Brilhos ou flores?
 
Aposto nas flores porque são mais democráticas. Funcionam com quase todos os estilos, em especial com os penteados ao estilo Persil, descontraídos. Mas estamos vivendo também um momento de liberdade de escolha para acessórios de noivas. Pode usar brilho durante o dia e flores à noite. Pode casar com ou sem acessório. Eles podem ser grandes ou pequenos. Tudo é possível em acessórios; impera o bom senso. Além das flores, amo fitas, plumas, borboletas...

>> Confira mais dicas e ideias de Paulo Persil

Nenhum comentário

Se você tem um comentário, seja ela uma dúvida, crítica ou sugestão, este espaço é aberto para você:

Tecnologia do Blogger.