Header Ads

Lunch Beat: a novidade para os festeiros de plantão!

Se você pensa que a hora de almoço serve apenas para almoçar, estás muito enganado. O Lunch Beat chegou  e, ao que parece, veio para ficar - o  conceito, importado da Suécia, é muito simples: depois de uma manhã normal de trabalho, os trabalhadores reúnem-se durante a hora de almoço, não para almoçar, mas para... dançar. A primeira edição em Portugal — aliás na Península Ibérica — invadiu a hora de almoço em abril deste ano, pela primeira vez, no Porto, em Portugal. O Lunch Beat nasceu na Suécia, em 2010, e começa a fazer sucesso em várias cidades européias. A tendência chegou ao Porto no dia 5 de abril, no espaço Maus Hábitos, e a entrada foi gratutita. 
 
Quem disse que a hora de almoço serve só para almoçar? A tendência, agora, é aproveitar essa pausa para dançar, e esta é a proposta do Lunch Beat, um evento criado em Estocolmo, na Suécia, em junho de 2010. Entre as 13h00 e as 14h00, o espaço Maus Hábitos promoveu em abril o Lunch Beat no seu restaurante, com muita comida, música e, sobretudo, muita dança.
O organizador e DJ oficial do Lunch Beat, Emílio Brandão, juntou-se ao evento em agosto de 2011, em Gotemburgo. O DJ, conhecido como DJ E-1000, reside na Suécia há oito anos, mas é natural do Porto, e decidiu promover o evento na Invicta. A escolha para o "palco da dança" recaiu sobre o Maus Hábitos, na cidade de Porto, porque, diz o organizador ao JPN, este pareceu-lhe ideal por "servir almoços, ser central, ter disponibilidade de equipamento para DJ e espaço" - então esta é a idéia central para promover um Lunch Beat. Como a idéia é que o evento seja mensal, pode estabelecer-se, futuramente, "um itinerário" de locais para o evento, já que não é preciso ser "sempre no mesmo espaço", acrescenta.

 
Nós sabemos que as pessoas estão mais habituadas à dançar à noite, quando está escuro e fazê-lo à luz do dia, na pausa para o almoço, pode ter um efeito diferente.Lá fora, estas festas funcionam melhor às terças-feiras, quartas e quintas, já que na segunda as pessoas ainda estão sem pique e na sewxta já tem outros planos - se bem que, na sexta, o Lunch Beat já pode se extender na comemoração da chegada do fim de semana não?

As regras do Lunch Beat

O Lunch Beat convida todas as pessoas a, "durante a hora de almoço de um dia normal de trabalho", juntarem-se ao evento e ir dançar, "agitando as idéias e injetando energia no seu dia". Por isso, a iniciativa rege-se por dez regras oficiais, "um pouco inspiradas no filme Fight Club", explica Emílio Brandão. 

"Se é o teu primeiro Lunch Beat, tem que dançar" é a primeira, logo seguida pela regra número dois - "se é o teu segundo, terceiro, ou quarto, etc, Lunch Beat, tem que dançar". "Se estiveres muito cansado para ir ao Lunch Beat, por favor, vai almoçar em outro lugar", estabelece a terceira. 

Entre outras regras, impõe-se, igualmente, que, durante a hora do evento, não se fale de trabalho, que todas as pessoas dancem com toda a gente presente e que o ambiente seja, preferencialmente, "drug-free".

A festa deve durar 60 minutos e na festa deve ter pelo menos um DJ e uma opção de almoço - outra regra: água é a bebida da festa e nem pense em drogas! E ela pode ser feita em qualquer lugar desde que seja um evento público, não tenha fins lucrativos e cumpra as regras.

 

Espera-se muito divertimento e descontração

Os DJs europeus consideram que este é um evento que "refresca o estilo de vida das pessoas". Por isso, garante que se pode "esperar uma hora de muito divertimento e muita descontração". "Todos dançarão ao som de uma música de DJ com ritmos que não param", o que fará as pessoas voltarem para o trabalho "com outra energia, outra disposição", acrescentam.

O Lunch Beat tem tido muito sucesso na Suécia e tem, igualmente, "resultado na Finlândia, na Europa de Leste e, inclusive, na Colômbia", afirma Emílio Brandão. Brevemente, vai iniciar-se nos Estados Unidos da América e, na Alemanha, já três cidades promovem o evento.

O evento, geralmente tem um menu especial para o Lunch Beat (cujo preço ainda não está confirmado para se ter uma base no Brasil), com distribuição gratuita de água, como já é habitual no evento. O Lunch Beat é público e, portanto, a entrada é gratuita.



Algum DJ e local querendo encarar um Luch Beat por aqui..eu topo promover!

Entrem em contato: amandicaaccioli@yahoo.com.br

Abraços,

Amanda Accioli (Amandica)
@Amandica_Indica 
 

Nenhum comentário

Se você tem um comentário, seja ela uma dúvida, crítica ou sugestão, este espaço é aberto para você:

Tecnologia do Blogger.