Header Ads

RELATO DE UMA CERIMONIALISTA - por Fatima Ziegler


Senhor Meu Deus, quantas vezes vi meu filho me olhando, desejando que eu ficasse ao seu lado, mas eu tinha que seguir em frente.

Com passos firmes, sem hesitar, e tão pouco sem ter tempo de olhar para trás, esse era o meu trabalho.

Quantas vezes ele desejou que eu cantasse parabéns em seu aniversário, mas eu estava cantando em uma festa de Debutante.

O meu filho chorava e eu não podia ouvi-lo.

Sentia dores de ouvido e eu não estava lá.

Caiu o primeiro dentinho e eu não vi.

Longas noites e madrugadas trabalhando com carinho e imenso profissionalismo para ver a realização dos clientes.

Com a certeza absoluta da sua presença divina, me abraçando e me acalmando.

Senhor, você sempre foi a Fortaleza que me amparou.

E a coluna em que eu encostava para chorar.

Dirigi sob tempestades, nevoeiros, frio e ruas desertas, clamando pela sua presença, afinal, eu tinha uma fiel equipe ao meu lado que também precisava ser protegida.

Cerimonialista bem trajada, sorridente, carinhosa, eficiente e tão frágil como um cristal.

Jamais acreditei no impossível.

Entre flores e luzes, a cerimônia tinha que ser bela, e assim acontecia.

Junto com a minha profissão o meu filho também crescia, e eu não via.

Durante longos anos, eu começava a fazer eventos na quinta feira e terminava no domingo, ou então fazia cinco eventos no mesmo dia.

Um trabalho fascinante que eu sempre amei.

O tempo passou...

E o meu filho cresceu.

A Cerimonialista se entrega. Ela não chega apenas para executar. Ela planeja, organiza e realiza SONHOS.

E nós?

Quando foi que nos esquecemos de realizar os nossos sonhos?

Senhor, agradeço muito pelo meu ofício, que contou com a sua benção nos 2200 eventos realizados.

Vivi momentos plenos de realizações profissionais, talvez me esquecendo um pouco dos momentos pessoais.

Seria injusta se eu dissesse que me arrependo de ter me dedicado durante 27 intensos anos ao meu trabalho.

O reflexo desse sucesso é aplaudido nesse momento da minha vida.

O meu filho?

Ele hoje sente muito orgulho de mim.

Obrigada, Senhor!

Fatima Ziegler
Cerimonialista.



Nenhum comentário

Se você tem um comentário, seja ela uma dúvida, crítica ou sugestão, este espaço é aberto para você:

Tecnologia do Blogger.