Header Ads

Como não fazer feio: CHAMPANHE

Aprender a gostar de champanhe é fácil, mas, como não fazer feio na hora de falar (e servir) a bebida que é símbolo do Casamento: o champanhe?

dfb

É muito comum ver pessoas com a taça na mão, fazendo pose quando na verdade estão pagando o maior mico. É importante se atentar a alguns detalhes, vou pontuar:
  • Primeiro anote: o verdadeiro champanhe é o vinho espumante produzido na região da França que traz o mesmo nome. Os demais, de outras regiões, são vinhos espumantes.
  • Para servir deve estar bem gelado e se tiver uma champanheira, não basta cobrir de gelo, é preciso que tenha água suficiente para se formar uma manta gelada que envolva toda a garrafa.
A taças mais adequadas são as longas e estreitas taças tipo flutes. As taças largas e baixas deixam escapar o perlage mais rapidamente Um crime não?
O bom espumante é aquele com mais perlage – nome que se dá as bolhinhas da bebida. Para se ter uma ideia, em uma garrafa de boa qualidade há nada menos do que 250 milhões destas bolinhas que tanto nos estimulam os sentidos.
Champanhe não é chope. Portanto, não precisa de colarinho. Para evitar esse efeito, incline a taça ao servir.
jhki
  • Segurar a taça sempre pela haste e não nunca  girar, extraindo o suspiro da rolha.
  • Nada de estouro, segundo Magno um dos experts da marca Veuve Clicquot, basta girar a chave lacre, dar 4 voltas e meia e aplicar 1 ligeira pressão com o polegar para que a rolha emita um som de suspiro abafado e deslize para o ar.
  • E lembre-se, banho de espuma só em autódromo e se tiver em frente a câmeras de TV. Fica a dica!
Beijos, Fátima Leonhardt.

Nenhum comentário

Se você tem um comentário, seja ela uma dúvida, crítica ou sugestão, este espaço é aberto para você:

Tecnologia do Blogger.