Header Ads

Cirurgia plástica no inverno



Você acha que precisa melhorar sua aparência. Já fez dieta, mas aquela gordurinha continua lá, comprou o sutiã que promete aumentar os seios, tentou disfarçar as imperfeições e nada. Uma opção para muitas é fazer uma cirurgia plástica. O inverno é o momento ideal para fazer as intervenções cirúrgicas, mas é preciso ter atenção dobrada ao escolher onde e como fazer os procedimentos, evitando, assim, dores de cabeça no futuro.
De acordo com o cirurgião plástico Victor Sorrentino, da Clínica Sorrentino de Cirurgia Plástica, as temperaturas mais baixas fazem com que o paciente sinta mais conforto no pós operatório. "O clima mais ameno propicia maior conforto para as pessoas que buscam cirurgias de contorno corporal e muitas vezes precisam usar cintas cirúrgicas, que podem esquentar o corpo e incomodar um pouco mais no verão", explica.
Gustavo Merheb, membro especialista da sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica, concorda, mas ressalta que as cirurgias não devem, exclusivamente ser feitas no inverno. "Tirando o extremo de um verão severo, no qual sair na rua por si só já é escaldante, o resto do ano é bem propício para cirurgias plásticas. Ninguém cicatriza melhor no inverno por ser menos quente", afirma.
Os dois concordam que, durante todo o ano, as lipoaspirações, mamoplastias e implantes de próteses mamárias são as cirurgias mais procuradas. Pacientes de procedimentos mais complicados também escolhem o meio do ano para estarem recuperadas no verão. "Especialmente no inverno, as pessoas que buscam cirurgias que requerem maior tempo de cuidado pós-operatório, tais como cirurgias faciais, mamoplastias redutoras e abdomnoplastias, acabam preferindo esta época, até para que estejam já recuperadas no verão", explica o Dr. Sorrentino.
É essencial estar atenta para não cair em uma cilada na escolha da clínica e do cirurgião. "As 'ciladas' são muito fáceis de serem identificadas e evitadas. O problema é que muitas pessoas, apesar de acharem que existe algo errado, fazem 'vista grossa' pois o preço é atraente e as mentiras, convincentes. O resultado disto são as tragédias que vemos, de vez em quando, nos jornais", destaca o Dr. Merheb.
De acordo com os médicos, é importante, também, verificar a página da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP) e/ou o do Conselho Regional de Medicina de sua região e verificar se o cirurgião que está procurando é, de fato, um especialista.
Tenha cuidado ao fazer sua escolha e não hesite em procurar a opinião de outro profissional qualificado. "Escutar a opinião de mais de um cirurgião plástico é sempre importante, justamente porque ouvir um 'não' de um especialista pode muitas vezes ser mais do que uma opinião, mas um conselho", aconselha o Dr. Sorrentino. "Escolha um médico que lhe passe confiança, sinceridade e honestidade. A relação médico-paciente é essencial para o sucesso de qualquer tratamento", acrescenta.
A banalização da cirurgia plástica é um fator que preocupa os especialistas, já que cada uma tem necessidades específicas no pós-operatório e nem sempre se pode ter alta tão rápido quanto se deseja. Mas os dois médicos são enfáticos ao destacar que a regra número um ao decidir se submeter a uma plástica é o conhecimento.
"Na verdade são três: informação, bom senso e determinação", afirma o Dr. Merheb. "Nosso corpo é nosso maior bem, então procure qualidade e deixe preço em segundo lugar. Cirurgia plástica estética não é uma urgência, portanto permite que a pessoa se programe e escolha com calma e consciência", complementa o Dr. Sorrentino.
O Dr. Victor Sorrentino atende hoje em dia em São Paulo na V´naia Instiute,bem como o cirurgião Dr. Roberto Cressoni, extremamente procurado na clínica tamnbém!  - veja o endereço na Fan Page: https://www.facebook.com/pages/Vnaia-Institute-Medicina-e-Est%C3%A9tica-por-Vania-Curcino/1409056342688363?fref=ts

V´naia Instiute:


Fonte: Bolsa de Mulher

Nenhum comentário

Se você tem um comentário, seja ela uma dúvida, crítica ou sugestão, este espaço é aberto para você:

Tecnologia do Blogger.