Header Ads

Por ser mais seco, outono exige cuidados dobrados com a pele

Dicas da Manipulação Stevia
nossa parceira e indicada

no-photo
Com o fim da estação mais quente do ano, manter todos os cuidados que envolvem a saúde e, principalmente, a aparência da pele pode se tornar uma tarefa bastante complicada para o público feminino. Isso porque o outono é caracterizado pela baixa umidade do ar e pelo vento frio, que podem aumentar consideravelmente as chances de o tecido cutâneo ressecar e apresentar coceiras e rachaduras.
Nesta temporada, o rosto é o mais atingido pelas alterações climáticas por estar diariamente exposto à nociva ação de agentes externos. Por isso, a rotina de beleza deve ser totalmente adaptada para essa fase. Na hora de lavar a face, por exemplo, o ideal é sempre optar pelo uso de água morna, além de hidratá-la somente com cremes nutritivos com fator de proteção solar 30. 
No caso dos esfoliantes faciais, que favorecem o ressecamento e a coceira na região, a recomendação é não usá-los sem prescrição médica. “Além disso, vale a pena procurar um dermatologista para dar orientações sobre os cuidados no dia a dia e indicar possíveis tratamentos estéticos que são feitos nesta época do ano para combater manchas, rugas, acne, entre outros problemas”, ressalta Geysa Canarim Pin, dermatologista de São José do Rio Preto, no interior de São Paulo. 
Diferentemente do que se imagina, as outras áreas do corpo também merecem uma atenção especial com a chegada do outono. O principal cuidado está no banho, que deve passar a ser morno, curto e realizado unicamente com sabonetes neutros, do tipo glicerina, ou com óleos específicos. Ao término do ritual, outra dica é não esfregar a pele com buchas e até mesmo com toalhas para evitar que a camada de proteção natural da derme seja removida. 

Hidratantes corporais em abundância

Após o início da estação, também é importante beber muita água para potencializar a hidratação cutânea e não economizar no uso de cremes nutritivos, capazes de afastar todo e qualquer ressecamento. Por isso, logo após o banho, o corpo deve ser enxugado levemente e receber a aplicação de um bom hidratante. 
A quantidade do produto utilizado deve ser o suficiente para cobrir a área desejada, já que o ideal é que a pele absorva rapidamente os ativos, sem ficar excessivamente melada ou grudenta. Além disso, é fundamental investir na esfoliação, que é bastante indicada nesta temporada por retirar as células mortas e, com isso, facilitar a absorção dos hidratantes. 
“Contudo, em peles extremamente desidratadas, ela pode ressecar ainda mais a região, devendo ser evitada. Já nos outros casos, o intervalo entre uma esfoliação corporal e outra não deve ser menor do que quinze dias”, informa a especialista. 
Fonte: Terra

Nenhum comentário

Se você tem um comentário, seja ela uma dúvida, crítica ou sugestão, este espaço é aberto para você:

Tecnologia do Blogger.