Header Ads

Em tratamento, noiva com câncer se casa dentro de hospital em Manaus

Fonte: site G1


Francilva Almeida Leite momentos antes da cerimônia (Foto: Romulo de Sousa/G1 AM)

Francilva Almeida Leite momentos antes da cerimônia (Foto: Romulo de Sousa/G1 AM)

História marcada por força e superação. Foi assim, com relatos de esperança e fé, que a noiva Francilva Almeida Leite, de 27 anos, e o motorista Iraúna Macedo Guimarães, 38 anos, se casaram na manhã desta sexta-feira (10), dentro de um hospital em Manaus. O local escolhido para a cerimônia foi a sede da Fundação Centro de Controle de Oncologia do Estado do Amazonas (FCecon), localizada na Zona Centro-Oeste, onde ela diariamente faz tratamento contra um câncer no fígado. Dentro de um mês ela deve passar por cirurgia.

A cerimônia foi celebrada pelo padre João Bergamasco no ambulatório da FCecon e, além da presença de familiares e amigos da família, teve a participação de funcionários, pacientes e voluntárias do Grupo de Apoio às Mulheres Mastectomizadas da Amazônia (Gamma), organização que teve a iniciativa de realizar o casamento.

Os noivos estão juntos há cerca de nove anos e têm três filhos de 3, 5 e 7 anos. Eles contam que se conheceram quando trabalhavam no Centro da cidade, em lojas vizinhas e acabaram se aproximando. Há um ano, Francilva, de 27 anos, descobriu que estava com câncer e, desde lá, enfrenta a doença com determinação. E, segundo a noiva, a decisão da oficialização do matrimônio veio após a descoberta da doença.

"Escolhi a Fundação, porque aqui é um local especial nessa fase da minha vida. Acabei criando um vínculo com os funcionários e membros do Gamma. Como eu e o Iraúna [noivo] estamos juntos há tanto tempo, uni o útil e o agradável e decidi compartilhar esse momento com o pessoal da Fcecon", contou.

Noiva se emociona durante cerimônia de casamento realizada em hospital (Foto: Romulo de Sousa/G1 AM)Noiva se emociona durante cerimônia de casamento realizada em hospital (Foto: Romulo de Sousa/G1 AM)

Diretor do hospital, Edson Andrade, foi o padrinho do noivo (Foto: Romulo de Sousa/G1 AM)
Diretor do hospital, Edson Andrade, foi o padrinho
do noivo (Foto: Romulo de Sousa/G1 AM)

Local especial


O padrinho do noivo e diretor presidente da FCecon, Edson Andrade, 56 anos, contou ao G1 que a celebração é um desejo do casal de compartilhar a alegria. "Como este é um local especial para a família, eles acharam adequado usá-lo em um momento que é tão especial na vida deles", disse.

A irmã e madrinha da noiva, Jucilene Lelis de Souza, 29 anos, contou que a noiva enfrenta o tratamento sem perder o sorriso. "Ela sempre foi muito forte e a doença não tirou o sorriso do rosto dela. O cabelo dela já estava crescendo, mas ela decidiu raspar mais uma vez para simbolizar a luta das outras pacientes com câncer da Fundação", relatou.


A mãe da noiva, Francisca Pereira Almeida, 51 anos, disse que não esperava a quantidade de pessoas que compareceram à cerimônia. "Foi uma surpresa para minha filha um casamento tão bonito, com tanta gente desejando a felicidade do casal. Com certeza, é um momento que ela nunca vai esquecer", contou.

Atualmente, Francilva mantém o tratamento contra a doença e se prepara para ser submetida a uma cirurgia. Segundo a Fundação FCecon, o procedimento para a remoção de tumores na região do fígado deve ocorrer em cerca de 30 dias.

Noivos posam para fotos logo após a cerimônia de casamento (Foto: Romulo de Sousa/G1 AM)Noivos posam para fotos logo após a cerimônia de casamento (Foto: Romulo de Sousa/G1 AM)
Local de amizade

As voluntárias do Grupo de Apoio às Mulheres Mastectomizadas da Amazônia contam que acompanham o tratamento de Jucilva desde o início e, por isso, criaram uma amizade com a noiva. Ela disse também que o trabalho voluntário apoia todas as pacientes com câncer da Fundação, dando atenção por meio de atividades.


"Também damos apoio às pacientes doando perucas para as que passam por quimioterapia e buscamos doações. Além de tudo, esse casamento é um presente para todas nós que somos mães", conta Mara Rúbia Valois Quadros, de 53 anos, que é voluntária do Gamma.

Casamento foi acompanhado por centenas de convidados (Foto: Romulo de Sousa/G1 AM)Casamento foi acompanhado por centenas de convidados (Foto: Romulo de Sousa/G1 AM)

Nenhum comentário

Se você tem um comentário, seja ela uma dúvida, crítica ou sugestão, este espaço é aberto para você:

Tecnologia do Blogger.